Como funciona um atomizador? Funcionamento passo a passo

22 Julio 2021 | Blog
array(4) { ["token"]=> string(32) "dbe4thqclhx905we4zrt65p19ath7soy" ["user"]=> string(0) "" ["location-teyme"]=> string(2) "pt" ["lg-teyme"]=> string(2) "pt" }

No âmbito da agricultura, o atomizador é uma ferramenta indispensável para a proteção de cultivos. Para quem está a pensar em adquirir atomizadores novos, é importante saber como funcionam, as suas características e funcionamento, as partes que os compõem e para que servem. 


O que é um atomizador agrícola?


O atomizador é uma máquina que se destina a pulverizar líquidos, geralmente fitossanitários, que previnem pragas e todos os tipos de doenças dos cultivos. Com ele podem ser tratadas diferentes tipos de plantações, como árvores frutíferas, vinhas e legumes, entre outros.

Na Teyme, projetamos cada máquinam especificamente para determinados tipos de plantação. Desta forma, a aplicação é 100 % eficaz em cada caso, garantindo maior produtividade se o atomizador a ser utilizado for escolhido corretamente.


Como funciona um atomizador?


Para conhecer o mecanismo de um atomizador, é melhor ver as partes fundamentais que o compõem:

1) Hélice: Produz ar que é insuflado, para transportar as gotas do produto fitossanitário que penetrarão no cultivo. As hélices requerem muita energia para se movimentarem, pelo que o ideal seria adquirir uma máquina que tivesse baixo consumo e alta produtividade.

2) Defletor: É o que se encarrega de organizar a distribuição do ar e apresenta diferentes formas: radial, helicoidal, etc. 

3) Bomba: A bomba encarrega-se da impulsão do líquido a partir do tanque até aos pulverizadores. Dependendo dos litros com que se deseja dosear, da estrutura de plantação e da velocidade de tratamento, precisaremos de uma dimensão da bomba ou outra. Além disto, a bomba também se encarrega da agitação no depósito, criando movimento para agitar o líquido e evitar que ele fique estagnado.

4) Embraiagem: Utiliza a força centrífuga para transmitir o movimento de forma suave, o que é uma vantagem para a durabilidade do equipamento.

5) Multiplicador: É responsável por maximizar as voltas da hélice sobre as revoluções da tomada de força.

6) Pulverizadores: Os pulverizadores, também chamados de jatos, são os que administram o líquido quando sai. Estão localizados em fileiras na zona dos arcos do equipamento de ar. O número de pulverizadores varia de acordo com o modelo do atomizador. Na sua extremidade encontra-se o bocal desmontável que permite calibrar o tipo de pulverização.

7) Depósito: É o componente maior e contém o líquido fitossanitário. Os atomizadores profissionais podem transportar de 200 a 4 000 litros. É importante que cumpram os regulamentos da CE e que o produto seja completamente esvaziado.


Como é utilizado um atomizador?


O atomizador é rebocado por um trator e vai avançando ao longo dos cultivos. Aplica o tratamento fitossanitário de forma controlada, pelo que é preciso calcular bem as necessidades de acordo com as características de cada plantação. Deve-se ter em consideração que nas rotações pode haver alguma engate com o trator, pelo que é necessário prestar atenção a estas manobras e operar com cautela. Existem atomizadores com diferentes grupos de ar, com maior ou menor caudal e com maior ou menor pressão, para poder tratar tanto árvores de pequeno porte quanto árvores de grande porte, para as quais existem até atomizadores personalizados (projetados à medida).


Saber como funciona um atomizador é fundamental no momento de adquirir um. Deve-se escolher o mais adequado para o tipo de cultivo que vai ser tratado.

A importância da qualidade do ar para a penetração máxima deve ser recordada. Da mesma forma, deve-se considerar a relevância da escolha de máquinas de baixo consumo. Desta forma, as economias são multiplicadas no que respeita ao produto, pois com o atomizador adequado só será aplicado o imprescindível.

Por outro lado, também se economiza energia e tempo de aplicação. Tudo isto, no final, traduz-se em maior produtividade e maior eficiência, onde a Teyme é especializada.


Como escolher um atomizador para os meus cultivos?


Atualmente, existe um grande número de atomizadores no mercado com diversas características. Por este motivo, no momento de escolher, o agricultor pode hesitar e não saber a 100% qual é o atomizador mais adequado para as necesidades específicas da sua plantação. Neste caso, escolher um atomizador de qualidade, que cumpra os padrões e se adapte às exigências e cultivos é fundamental para prolongar a sua utilização por muitos anos e obter ótimos resultados na aplicação do tratamento.

Entre outros, deve-se ter em consideração a velocidade e
  o consumo da máquina; a pressão e o caudal;  o tipo de pulverização, bem como o número de canais ou a possibilidade de desvio. Mas, especialmente, é muito importante escolher umatomizador adequado em função dos cultivos onde será utilizado. Na Teyme, por exemplo, temos uma grande variedade de atomizadores, cada um deles com características específicas para cobrir qualquer necessidade do agricultor e poder escolher a melhor opção em função do tipo de cultivo.

Se estiver interessado em comprar um atomizador, a nossa equipa oferece-lhe aconselhamento personalizado gratuito, para que possa obter o máximo de funcionalidade e desempenho na sua nova máquina agrícola. Não hesite em contactar-nos para o ajudarmos a encontrar a melhor opção.

Artigos relacionados

Usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a experiência de navegação e proporcionar conteúdos de interesse.  Aceitar